V. E. Schwab fala na Bienal sobre histórias românticas em livros de fantasia

A norte-americana V. E. Schwab é um furacão da literatura. Simplesmente não para. Ela está na programação da Bienal e participa no dia 7 de dezembro, falando sobre “O desenvolvimento de histórias de romance em livros de fantasia”. Um tema que domina como poucos na atualidade, e está bastante presente em A vida invisível de Addie LaRue, seu mais recente livro publicado no Brasil — país em que tem milhares de fãs.   

E mais uma vez a carismática prosa da autora, acostumada da frequentar a lista de best-sellers do New York Times, está a serviço de uma trama cativante e envolvente, que tem origem no mito faustiano sobre busca e perda, eternidade e finitude. E, ao longo das mais de 500 páginas, traz uma inquieta indagação: até onde se vai para alcançar a liberdade?

O primeiro e curtíssimo capítulo situa o leitor: na França, em 1714, Addie LaRue não queria pertencer a ninguém ou a lugar nenhum. Em um momento de desespero, a jovem faz um pacto: a vida eterna, sob a condição de ser esquecida por quem a conhecer. Um piscar de olhos, e, como um sopro, Addie se vai. Uma virada de costas e sua existência se dissipa na memória de todos.

V. E. Schwab participa da Bienal Rio no dia 7 de dezembro. Foto: Jenna Maurice

Marcas no mundo

Após tanto tempo vivendo uma existência deslumbrante, aproveitando a vida de todas as formas, fazendo uso de tantos artifícios quanto fosse possível e viajando pelo tempo e espaço, através dos séculos e continentes, da história e da arte, Addie entende seus limites e descobre — apesar de fadada ao esquecimento — até onde é capaz de ir para deixar sua marca no mundo.

Logo no segundo capítulo, V. E. Schwab, deixa claro o desespero existencial que Addie carrega ao longo de sua trajetória:  

“Na noite passada, ela disse a ele que se chamava Jess. Mentiu, mas só porque não pode dizer o seu nome verdadeiro — um dos pequenos e cruéis detalhes escondidos na grama, como urtigas. Farpas ocultas feitas para ferir. O que é uma pessoa, se não as marcas que deixa para trás?”, diz a narradora, enquanto se levanta da cama de um rapaz com quem dormiu e não se lembrará dela ao acordar.

“Ela aprendeu a caminhar entre os espinhos, mas não consegue evitar alguns cortes — uma lembrança, uma fotografia, um nome. No mês passado, ela foi Claire, Zoe e Michelle. Mas dois dias atrás, quando se chamava Elle e os dois estavam fechando uma lanchonete tarde da noite, depois de um dos shows dele, Toby disse que estava apaixonado por uma garota chamada Jess — só não a tinha conhecido ainda.”

Livros de  V. E. Schwab publicados no Brasil

Série Os tons de magia

Série Vilões

Série A guardiã de histórias

Reviravolta

Trezentos anos depois do “pacto” com a entidade sombria, em uma livraria, um acontecimento inesperado: Addie LaRue esbarra com um rapaz. Ele enuncia cinco palavras. Cinco palavras capazes de colocar a vida que conhecia abaixo: “Eu me lembro de você”. Apagada completamente da memória coletiva, a vida de é desesperadora e muito melancólica.

Mas de repente aparece um luz no fim do túnel. Há esperança! A vida invisível de Addie LaRue se tornou um best-seller não apenas do The New York Times, mas também do USA Today, The Washington Post e National Indie.

“Para alguém fadada ao esquecimento, Addie LaRue se provou uma personagem deliciosamente inesquecível, e sua história é uma celebração da imortalidade”, disse sobre o livro o mestre inglês da fantasia e terror Neil Gaiman.

Quem é V. E. Schwab

V. E. Schwab nasceu em 1987 tem mais de 20 livros publicados, incluindo as aclamadas séries Vilões e Tons de Magia, ambas publicadas pela Record. Seu trabalho recebeu resenhas aclamadas tanto no New York Times quanto no Entertainment Weekly e no Washington Post.

Sua obra já foi traduzida para mais de 12 idiomas e teve os direitos vendidos para adaptações de filme e séries de TV. Quando não está flanando pelas ruas de Paris ou desbravando montanhas na Inglaterra, ela mora em Edimburgo, na Escócia, e costuma ficar no cantinho de uma coffeeshop imaginando monstros.

Compre o livro na loja Bienal Rio

A vida invisível de Addie LaRue
V. E. Schwab
Trad.: Flávia de Lavor
Galera Record
504 págs.