Raphael Draccon fala sobre a série Dragões de éter

Um dos nomes mais importantes da literatura fantástica brasileira, Raphael Draccon lançou recentemente o aguardado Estandartes de névoa, quarto livro da série Dragões de éter.

O tomocompleta a trilogia formada por Caçadores de bruxas, Corações de neve e Círculos de chuva, após um intervalo de mais de 10 anos e depois de uma cobrança constante dos leitores, que não se conformavam com o fim da saga e queriam mais respostas sobre o destino dos personagens. 

Draccon, que havia partido para outros projetos, inclusive como roteirista da Globo e da Netflix, decidiu — depois de retomar os direitos sobre a obra — atender aos pedidos dos fãs e se debruçar sobre os novos acontecimentos em Nova Ether.

Os personagens ficaram mais maduros — a história recomeça cinco anos depois de Círculos de chuva —, assim como os próprios leitores. Os fãs, que eram basicamente adolescentes quando começaram a ler os livros, também se tornaram adultos, assim como o próprio escritor, que está com 39 anos. Casado com a também escritora Carolina Munhoz, Draccon vive em Los Angeles, nos Estados Unidos. É de lá que ele fala em vídeo exclusivo para a Bienal 360°.

Compre o livro na loja da Bienal Rio

Dragões de éter: Estandartes de névoa
Raphael Draccon
Melhoramentos
512 págs.