Programação

Confira a programação completa da Bienal 2021!

12 de dezembro - domingo

EU AMO LER
Pavilhão Azul - Estação Plural 11h

EU AMO LER

Convidados: LUA OLIVEIRA, OTÁVIO JÚNIOR, ANTONIO FAGUNDES E FÁBIO PORCHAT
Mediador: PAULO HALM

Além da paixão pela leitura, Fábio Porchat, Antonio Fagundes, Otávio Júnior e Lua Oliveira fazem questão de festejar os livros e espalhar essa vontade inquebrantável de mergulhar na literatura por seus territórios, redes sociais e, claro, livros. Essa mesa é uma homenagem aos leitores que estarão no palco e na plateia. A mediação será do cineasta e autor Paulo Halm.

GILBERTO BRAGA: HOMENAGEM A UM GRANDE CONTADOR DE HISTÓRIAS
PAVILHÃO AZUL - ESTAÇÃO PLURAL 13:00

GILBERTO BRAGA: HOMENAGEM A UM GRANDE CONTADOR DE HISTÓRIAS

Convidados: FERNANDA MONTENEGRO (ON-LINE), RICARDO LINHARES, MAURICIO STYCER E SILVIO DE ABREU
Mediadora: BIA CORREA DO LAGO

Nas diversas adaptações literárias e novelas originais, Gilberto narrou o país para milhões de pessoas diariamente. Grandes temas, personagens inesquecíveis, universos saborosos eram alguns dos ingredientes de histórias que permanecem atuais. São 40 anos de novelas como Senhora (1975); Escrava Isaura (1976); Dona Xepa (1977); Dancin' Days (1978); Água Viva (1980); Brilhante (1981); Louco Amor (1983); Corpo a Corpo (1984); Anos Dourados (1986); Vale Tudo (1988); O Dono do Mundo (1991); Anos Rebeldes (1992); Pátria Minha (1994); Labirinto (1998); Força de um Desejo (1999); Celebridade (2003); Paraíso Tropical (2007); Insensato Coração (2011); Dancin' Days (2012) (creator); Babilônia (2015). A mesa é uma homenagem a um dos maiores contadores de histórias que o Brasil já teve.

“INVISÍVEIS: ?”
Pavilhão Azul - Estação Plural 15h

“INVISÍVEIS: ?”

Convidados: CACO BARCELLOS (ON-LINE), JULIANO SPYER, RENE SILVA E ERIKA HILTON
Mediador: EDU CARVALHO

Eles ajudam a potencializar as maiorias minorizadas. Através de seus trabalhos, dão vazão a quem deve ser escutado em cada canto do país, sendo pontes para diálogo em um momento de polarização.

O AMOR E OUTROS PERCALÇOS
Pavilhão Azul - Estação Plural 17h

O AMOR E OUTROS PERCALÇOS

Convidados: IGOR PIRES, RENATO NOGUERA, KRISHNA E NATALIA TIMERMAN
Mediadora: RENATA CORREA

Como definir o que sentimos quando desejamos ser desejados pelo outro? Ou outros? É amor, paixão, atração ou só mania? Existem várias formas de amar e apesar da impossibilidade de uma tradução em palavras do que sentimos, poetas, autores e cronistas continuam debruçados sobre o tema, tentando. Nesta mesa os autores Renato Noguera, Natalia Timerman, Igor Pires e Krishna debatem a eterna busca pelo par ideal (ou pares) e a necessidade de compreendermos o amor para além do amor romântico. A mediação é da roteirista, escritora e dramaturga Renata Correa.

VOZES LGBTQIAP+: O QUE VEM PELA FRENTE?
Pavilhão Azul - Estação Plural 19h

VOZES LGBTQIAP+: O QUE VEM PELA FRENTE?

Convidados: AMIEL VIEIRA, RENAN QUINALHA, LETÍCIA CAROLINA NASCIMENTO, SAMUEL GOMES E NATALIA BORGES POLESSO
Mediador: FELIPE CABRAL

Além dos desafios impostos pela pandemia, a comunidade LGBTQIAP+ também se viu, nos últimos anos, diante do aumento de discursos de ódio, invenções como o "kit gay" e a "ideologia de gênero" e até mesmo uma tentativa de censura na última Bienal. Os autores convidados irão conversar sobre como a instabilidade política do país se refletiu na nossa literatura e como suas obras nos ajudam a pensar o momento presente e a construir um futuro melhor.

Retirada de senhas para a Estação Plural:

As senhas de acesso para a Estação Plural serão distribuídas 1h antes do início de cada painel da programação oficial. Os interessados devem ir até a Central de Distribuição de Senhas, em frente à Praça Central, para garantir o seu lugar. Após o encerramento, os autores confirmados para autógrafos atenderão até 50 pessoas que estiverem com a pulseira diferenciada pelo “pin” na cor de cada autor.

Retirada de senhas para a Praça de Autógrafos:

As senhas para autógrafos serão distribuídas 1h antes do início de cada painel da programação oficial, junto com a pulseira da sessão, na Central de Distribuição de Senhas, em frente à Praça Central. As filas, na Praça de Autógrafos, estarão identificadas com a cor do pin de cada autor.

Observações:

  • A distribuição de senhas é limitada a uma (1) por pessoa, respeitando a capacidade do espaço;
  • O autógrafo é limitado a um (1) por pessoa portadora da pulseira com direito a autógrafo;
  • Só terá direito ao autógrafo quem estiver com um livro físico ou digital do autor;
  • A senha é válida somente para o mesmo dia de retirada;
  • As senhas dos painéis não garantem acesso à nenhuma sessão de autógrafos, apenas as identificadas com o “pin”;
  • Não tem tolerância de entrada nos painéis. Quem tiver pulseira tem acesso ao espaço até o encerramento da mesa.

*A programação cultural da Bienal está sujeita a alterações sem aviso prévio.