Dia dos Pais: Cinco dicas para agradar a vários tipos de leitores

Em Crônicas de pai, livro recém-lançado pela Intrínseca, o fotógrafo e cronista do jornal O Globo Leo Aversa se dedica a escrever emocionantes textos sobre sua relação com o pai e também com o filho Martín, de 11 anos.

Um livro cativante, assim como é a maioria dos relacionamentos entre pais e filhos. Neste Dia dos Pais, a Bienal 360° selecicona livros que falam dessa relação, mas também outros títulos para movimentar a cabeceira de leitura dos pais.

Do emocionante relato confessional de Ziauddin Yousafzai sobre a educação da filha Malala, a jovem ativista vencedora do Prêmio Nobel da Paz, ao primeiro volume das memórias de Barack Obama, as escolhas trazem variados assuntos, para fisgar diversos tipos de pais leitores.

Uma terra prometida
Barack Obama

Biografia é uma espécie de “curinga” quando se pensa em livro como presente para alguém. E quando o personagem é cativante, as chances de errar diminuem muito. Neste primeiro livro de memórias, Barack Obama reflete sobre os fatos que o levaram a ser o 44º presidente dos Estados Unidos e o primeiro afro-americano a ocupar o cargo mais alto do país. Ele faz uma análise singular e cuidadosa do alcance e das limitações do Poder Executivo, além de oferecer pontos de vista surpreendentes sobre a dinâmica da política partidária dos Estados Unidos e da diplomacia internacional.

Uma terra prometida
Barack Obama
Trad.: Berilo Vargas, Cássio de Arantes Leite, Denise Bottmann, Jorio Dauster e Christopher Brand
Companhia das Letras
764 págs.

Crônicas de pai
Leo Aversa

Leo Aversa, autor de Crônicas de pai.

Fotógrafo profissional há três décadas, Leo Aversa também é um cronista de olhar atento. Em sua coluna semanal publicada no jornal O Globo, ele aborda assuntos do cotidiano com humor, inteligência e pitadas de sarcasmo. Alguns desses textos, somados a um farto material inédito, estão reunidos em Crônicas de pai. A convivência com o pai e com o filho Martín serviram de inspiração para seu primeiro livro. Ao longo do livro, o leitor acompanha as crônicas que contam histórias do crescimento de Martín até a pré-adolescência intercaladas com outras em que o próprio Leo é o filho. Uma obra tanto para pais quanto para filhos.

Crônicas de pai
Leo Aversa
Intrínseca
352 págs.

Pai, me conta sua história?
Elma van Vliet

Elma van Vliet, autor de Pai, me conta sua história?.

Best-seller mundial, a holandesa Elma van Vliet escreveu livros de sucesso que reúnem lembranças sobre mães, avós e avôs. Agora ela fala sobre o pai e momentos importantes da paternidade. Trata-se de um livro para quase todos os tipos de pais — desde aqueles que não conseguem expressar suas emoções até os que estão sempre por perto nos momentos difíceis. Certamente uma obra que ajuda a estreitar ainda mais os laços de amor e admiração entre pais e filhos.

Pai, me conta sua história?
Elma van Vliet
Trad.: Jean Marcel
Sextante
160 págs.

A era da ansiedade
Pete Townshend

Para aqueles pais que cresceram escutando rock, o The Who foi uma banda essencial. E certamente este primeiro romance do guitarrista Pete Townshend despertará a curiosidade de muita gente. Em A era da ansiedade, o inglês entrega uma história repleta de psicodelia, personagens atormentados e muito mistério: um cultuado e decadente astro do rock desaparece na região montanhosa da Cúmbria. Quando sua esposa o encontra, descobre que ele virou um pintor ermitão cujas obras evocam visões apocalípticas. O livro também faz uma conexão com a música e deve virar uma ópera rock no futuro breve.

A era da ansiedade
Pete Townshend
Trad.: Maira Parula
Rocco
304 págs.

Livre para voar: A jornada de um pai e a luta pela igualdade
Ziauddin Yousafzai

A ativista paquistanesa Malala Yousafzai se tornou a mais jovem vencedora do Prêmio Nobel da Paz e uma das principais vozes da luta pelos direitos das mulheres. Depois de sobreviver a um atentado do Talibã, ela intensificou seu ativismo em favor das mulheres e da igualdade no mundo. Neste relato comovente sobre amor, paternidade e luta por direitos, Ziauddin Yousafzai, pai da Malala, rememora sua história e sua longa batalha para que meninos e meninas tenham as mesmas oportunidades. Aqui ele responde como criou uma menina tão extraordinária. Um livro inspirador.

Livre para voar: A jornada de um pai e a luta pela igualdade
Ziauddin Yousafzai
Trad.: Denise Bottmann
Companhia das Letras
168 págs.