Cristo Redentor, o ilustre morador do Corcovado, ganha biografia

O Cristo Redentor, monumento mais conhecido do Brasil, completa 90 anos em 2021. Para recuperar a história dessa figura emblemática que habita o Corcovado, no Rio de Janeiro, o jornalista Rodrigo Alvarez — autor dos best-seller Aparecida (2017) e Maria (2015) — acaba de lançar Redentor.

“É quase um milagre que ele esteja agora lá em cima, com seu olhar ainda sereno, noventa carnavais nas costas, braços de concreto ainda abertos sobre o Brasil, impávido como quem foi visto subindo aos céus”, anota Alvarez no texto de introdução da obra.

O livro, dividido em três partes (“O Cristo num véu de nuvem brilhante subindo ao céu”, “Cinquenta anos em maus lençóis” e “Rio, você foi feito para mim”), desfaz mitos acerca do monumento e revela curiosos detalhes sobre a empreitada para que o Cristo ganhasse vida, em uma história que começa no século 19, quando o Rio era capital do Império.  

Rodrigo Alvarez, autor de Redentor. Foto: Reprodução/Instagram

Informações sobre o Cristo Redentor

  • Foi inaugurado em outubro de 1931
  • Completa 90 anos em 2021
  • A ideia de construir uma estátua de Jesus no alto do Corcovado foi da princesa Isabel
  • O cardeal Sebastião Leme foi o responsável por mobilizar católicos do Brasil para a construção do Cristo
  • A estátua tem 30 metros de altura e foi erguida em um morro de 704 metros
  • O Cristo ficou abandonado por quase 50 anos
  • É uma das sete maravilhas do mundo moderno

Outros trabalhos de Alvarez

Antes de subir as escadas do Cristo Redentor com o leitor, Rodrigo Alvarez se dedicou às biografias de Maria e Aparecida. A primeira, conforme subtítulo da obra assinada pelo jornalista, foi a “mulher que gerou o homem mais importante da História, viveu um inferno, dividiu os cristãos, conquistou meio mundo e é chamada de Mãe de Deus”.

No subtítulo do segundo livro, o autor — que há anos pesquisa os mais importantes símbolos religiosos do Brasil — anota: “A biografia da santa que perdeu a cabeça, ficou negra, foi roubada, cobiçada pelos políticos e conquistou o Brasil”.

Como repórter, e especificamente correspondente internacional da TV Globo, Alvarez passou por Nova York, África do Sul, Venezuela, Haiti, Berlim e Jerusalém, onde permaneceu mais de três anos entre os horrores da guerra e conheceu os mais diversos pontos sagrados para diferentes religiões.

Compre o livro na loja Bienal Rio

Redentor: a biografia do Cristo de braços abertos, ilustre morador do Corcovado, orgulho do Brasil, maravilha do mundo
Rodrigo Alvarez
Globo Livros
334 págs.