Como o TikTok fez “Mentirosos” e outros livros se tornarem best-sellers

O que pode fazer um livro entrar na lista de mais vendidos depois de sete anos do seu lançamento? Uma efeméride? Uma adaptação bombástica para o cinema? Sim, pode ser. Mas com o livro Mentirosos, da americana E. Lockhart, lançado em 2014, o responsável pelo retorno às listas de mais vendidos foi o TikTok, a rede social de vídeos curtos em que as pessoas fazem um pouco de tudo — de dancinhas a tutoriais de moda, menos falar de livros. Até esses dias, porque agora falam.

O inusitado caminho de volta ao topo pegou de surpresa até mesmo a autora, que certo dia acordou na lista dos mais vendidos sem saber o porquê. O livro chegou ao primeiro lugar nos Estados Unidos e no Brasil.

Aos 53 anos, Lockhart teve que pedir ajuda para os filhos, que lhe explicaram que o livro havia caído nas graças do booktok, uma espécie de  puxadinho do TikTok, em que leitores apresentam as leituras que lhes despertaram emoção. Tudo rapidinho, a léguas de distância de uma resenha ou crítica literária.

E. Lockhart, autora de Mentirosos.

E como todo fenômeno, a coisa se dá “naturalmente”, com jovens leitores empolgados querendo dividir boas leituras com seus seguidores. Mas há, claro, pontos em comum entre os livros comentados. Vejamos:

  • Em geral, são obras de fantasia ou suspense, como é o caso de Mentirosos
  • As narrativas também falam sobre diversidade de gênero e de minorias, como personagens LGBTQIA+
  • Como os vídeos são curtos, vale dublar falas dos personagens, sempre com muita emoção
  • Os booktokers também choram muito. Isso mesmo, chorar dá muita audiência para o vídeo
  • Escritores também viraram booktokers, como Pedro Rhuas, autor de Enquanto eu não te encontro
  • Há música e efeitos nos vídeos do booktok, o que deixa a literatura mais “atrativa”
  • Editoras, claro, já estão de olho em booktokers que ajudem a vender seus livros

Mentirosos

Escrito em uma linguagem muito simples, mas envolvente, Mentirosos costuma ser descrito no booktok como “um livro para não se largar, do começo ao fim”. E realmente, a trama, aliada à escrita “fácil” de Lockhart, tem algo de Sherlock Holmes misturado com uma crônica de costumes juvenil.

Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão numa ilha particular.

Cadence — neta primogênita narradora do livro —, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado “Mentirosos”.

Cadence admira Gat por suas convicções políticas e, conforme os anos passam, a amizade com aquele garoto intenso evolui para algo mais.
Mas tudo muda durante o verão de seus 15 anos, quando Cadence sofre um estranho acidente.

Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.

Então aí vão alguns motivos para o sucesso de Mentirosos no TikTok:

  • O livro é protagonizado por uma mulher adolescente, principal público entre booktokers
  • A trama tem muitos “plot twists”, ou seja, viradas narrativas que são uma das marcas dos livros de sucesso na rede social
  • A vida de Cadence é cheia de fortes emoções, o que desperta interesse entre booktokers ávidos por imitar personagens angustiados, alegres ou desesperados

Outros sucessos do TikTok

Além de Mentirosos, outros livros tiveram suas vendas alavancadas por causa do TikTok e dos booktokers. Todos lançados há mais de um ano.

Compre o livro na loja Bienal Rio

Mentirosos
E. Lockhart
Trad.: Flávia Souto Maior
Seguinte
272 págs.