Cem anos de Jack Kerouac, autor de “On the road”

O norte-americano Jack Kerouac (1922-1969), cujo centenário de nascimento é comemorado neste mês de março, não teve uma trajetória fácil. O escritor foi de expoente da geração beatnik com o romance On the road (1957), no qual parece ter captado o espírito de uma época de jovens que pareciam dispostos a tudo para deixar no passado os “bons costumes” de uma nação marcada pela Guerra Fria, até chegar ao fundo do poço — morreu aos 47 anos, em decorrência de cirrose hepática, na pequena cidade de Lowell.

Apesar de ter desfrutado pouco dos anos de reconhecimento e badalação — sempre encrencava com jornalistas, inclusive na última entrevista que concedeu —, a marca que Kerouac deixou com sua prosa frenética e de uma vivacidade ímpar é incontornável. Foi um daqueles sujeitos que apareceu para mudar o rumo das letras, o que parece ter sido “profetizado” por uma resenha muito positiva que sua obra mais conhecida recebeu no The New York Times.

Kerouac estava muito bem acompanhado, afinal, ao propor essa espécie de revolução cultural com os beatniks — termo cunhado por um jornalista para descrever a efervescência cultural da era pré-hippie. Allen Ginsberg, autor do poema Uivo, e William Burroughs, o junky por excelência, entre muitos outros e outras, entraram na onda. Ou melhor, criaram esse tsunami ao lado de Jack. 

Kristen Stewart em cena do filme On the road.

Outros livros de Kerouac

  • Os vagabundos iluminados (1958)
  • Os subterrâneos (1958)
  • Maggie Cassidy (1959)
  • Tristessa (1960)
  • Big Sur (1962)
  • Visões de Gerard (1963)
  • Anjos da desolação (1965)
  • Visões de Cody (1973)

No Brasil

A primeira tradução de On the road só chegou no Brasil em 1984. Apesar da demora, o sucesso não foi menos notável do que nos Estados Unidos. As edições esgotaram uma atrás da outra, pela Brasiliense, até que Kerouac desembarcou na L&PM — casa do autor, e de outros beatniks, por aqui.

O Brasil, aliás, tem relação direta com o clássico On the road: o longa-metragem baseado no livro foi dirigido por Walter Salles. O diretor carioca levou às telonas, em 2012, as loucuras e andanças dos personagens Sal Paradise, Dean Moriarty e Marylou, interpretada por Kristen Stewart. Além disso, o filme tem participação da atriz Alice Braga.

Compre o livro na loja Bienal Rio

On the road
Jack Kerouac
Trad.: Eduardo Bueno
384 págs.